RESPEITE A ME!: Um Livro de Confisses sobre a Maternidade (Portuguese Edition)

RESPEITE A ME!: Um Livro de Confisses sobre a Maternidade (Portuguese Edition) by Gisely Moura Radael 1081121645 9781081121648
Stock Image - Actual Cover May Vary


 

Our Price: $14.98

Quantity:39

 
ISBN: 1081121645


Condition:
New [Add $99.00]
Like-New [Add $0.60]
Very-Good [Add $0.40]
Good [Add $0.20]
Acceptable

Quantity:  
Description
 
"Coisas que tenho vontade de falar para amigas grvidas... Amiga, vem a a sua metamorfose. No importa se sua gravidez foi inesperada ou planejada, desejada ou relutada, combinada e programada com o parceiro, compartilhada com os familiares e amigos, com o chefe e os colegas de trabalho. No importa como sua gravidez aconteceu. O fato de ela ter acontecido por si s j prenncio da metamorfose que est por vir. certo que, para algumas mulheres, a gravidez e a maternidade no lhes viram totalmente do avesso (de perto, no conheo nenhuma dessas mulheres, mas sei que existem nas redes sociais). Mas isso no quer dizer que no as chacoalham bastante. uma metamorfose singular, no d para saber o que vamos virar, se borboleta, besouro, coelho ou elefante. Mas vamos mudar, nossa vida vai mudar, quem ns somos vai mudar para sempre. Um para sempre que no significa que nunca mais vamos dormir ou fazer uma refeio em paz ou tomar um banho longo sem sair correndo para atender um choro. Cada fase ser uma fase e s existe olhar para o agora e para frente. Alm disso, suas referncias vo mudar bastante: 4 a 6 horas seguidas de sono passam a parecer 8 a 10 horas; 10 minutos de banho passam a parecer 30 minutos, e quem precisa disso tudo mesmo? E por a vai... Quando minha primeira filha nasceu, passei muito tempo tentando "voltar" e achando que esse era o caminho certo. Voltar a ter o corpo de antes, voltar a dormir como antes, voltar a encontrar minhas amigas como antes, voltar a usar as roupas de antes, voltar a cozinhar uma comida legal para jantar com o meu marido enquanto tomamos um vinho e damos risadas. Voltar a trabalhar sem me preocupar tanto com o ser humano que deixei em casa ou na escolinha. Voltar a viajar com aquela sensao de liberdade de quem no tem um pinto para dar gua. Voltar. No estou dizendo que queria desfazer minha maternidade, de forma alguma. Achava que seria possvel "voltar" tendo meu beb dormindo tranquilo no bero. Achava que essa volta s dependia de uns ajustes na minha cabea e que ela aconteceria naturalmente. Custei a entender que no existe "voltar". S existe caminhar para frente e reinventar, redescobrir, redefinir tudo. preciso recomear a vida depois que se tem filhos. O namoro com o marido entre choros e fraldas e criana com febre, sem tempo para preparar uma comidinha chique ou tomar mais do que uma taa de vinho, precisa acontecer sob novas formas e olhares. O trabalho (ah, o trabalho!) que era uma parte to grande e importante da gente passa para segundo plano, enquanto no nos sentimos confortveis e confiantes com o novo trabalho que temos em casa, esse sim o mais desafiador que j realizamos na vida. O corpo, os banhos, as refeies, a cerveja com as amigas, a vaidade, tantos detalhes que mudam por motivos que jamais imaginei! Sobretudo, mudam as nossas prioridades, nossos desejos, nossa viso sobre coisas e pessoas.Eu achava que bastava perder os quilos da gravidez para voltar a vestir as roupas de antes. S que no. O corpo muda para sempre: para algumas so os seios, para outras o quadril, a barriga, as coxas, os cabelos que caem ou os ps que crescem! E mesmo quando as roupas comeam a servir, elas podem no servir mais para o seu novo papel de me que precisa tirar o seio para amamentar a qualquer hora, agachar no cho para brincar com o beb/criana, andar na grama e correr no parque. Saltos ficam apertados e desconfortveis, saias ficam muito inconvenientes, vestidos fechados ficam impossveis de usar quando se amamenta. E quando essa fase - que pode durar anos - passar, as roupas de antes estaro muito velhas e fora de moda. Portanto, nem vale a pena ficar guardando muita coisa. Se voc bebe, gosta de bares, de tomar cerveja aos domingos e vinho na quinta-feira, saiba que vai passar a beber muito menos. E no s por causa da amamentao, tambm porque brincar no parque com criana no combin

Author: Gisely Moura Radael

Language: Portuguese

Binding: Paperback

Pages: 125

Publisher: Independently published

Publication Date: 2019-07-30


Share your shopping experience. Write a review here »

Browse for more products in the same category as this item:

Binding > Paperback